sábado, 10 de abril de 2010

O amor é a soma de duas metades

Uma noite fria de sexta feira,
Um livro em mãos e os olhos pesados
Sobre a janela vejo uma carta antiga
Sua mensagem eu sei de cor:
“O amor é a soma de duas metades,
E metade de mim, é você por inteiro.”
Uma noite fria de sexta feira,
Uma carta em mãos e os olhos pesados
Um suspiro emitido e um beijo roubado.
A promessa feita diante dos meus olhos,
Esboço um sorriso convencido, empolgado
Agora eu sei tudo o que eu precisava saber
E os meus olhos pesados poderão descansar.
Uma madrugada fria de sábado,
No horizonte o sol querendo aparecer.
Como é maravilhoso acordar antes de todos!
Dispersos em seus sonhos serenos...
Posso compartilhar o meu momento tranqüilo,
Com a carta antiga em minhas mãos...
O amor é a soma de duas metades
É a soma, de duas metades.


Créditos da imagem: http://www.flickr.com/photos/37879402@N07/4337894154

3 comentários:

  1. Encantei-me com o poema, muito belo!

    ResponderExcluir
  2. mt lindo, me identifiquei! 'Uma madrugada fria de sábado,
    No horizonte o sol querendo aparecer.' ://

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar O Laço Cor de Rosa. O seu comentário é muito importante para mim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...