domingo, 12 de setembro de 2010

Minha busca

Mas é isso - ou então, é mais do que isso.
Eu sei que eu quero somente a metade.
Estranho o modo como eu gosto de me sentir incompleta.
Saber que me falta algo, faz com que eu vá em busca do que eu não tenho.
E de certa forma, eu gosto de perder, de não ter o controle das minhas escolhas.
Eu tenho uma amiga que é toda regrada. Ela não faz nada sem consultar a agenda. Ela tem hora marcada. Deveres. Preocupações.
Discordamos em muitos pontos, mas somos amigas, como tem que ser. Ela me conta os seus sonhos e eu conto os meus. Ela quer ser grande. Quer fazer a diferença.
Uma pena não ter tempo...
E eu dou risada quando ela diz “queria ser um pouco mais como você”.
Por que a minha metade encheria um espaço vazio dentro dela. Minhas metades seriam tudo para ela.
E para mim, são apenas caminhos que eu sigo em busca de mais – ou de menos. Não importa. São apenas caminhos que eu sigo.
Por quê?
Para aonde?
Para que?

Para mim.
E de algum modo, eu serei o molde, enquanto minha amiga será o modelo. Eu serei as curvas. Ela será a estrada de ponta a ponta.
Eu serei um esboço.
Ela será a escrita feita e caprichada, incorrigível.
Eu fui feita a lápis e por isso mudei. Meus caminhos mudarão.
Agora eu sei por que eu gosto tanto de me sentir incompleta...

Porque eu me renovo no caminho – e não nas paradas.

Um comentário:

  1. O que importa é procurar melhorar mais tudo aquilo que já temos, e ir lavando devagarzinho as coisas sujas que temos por dentro. Bom é evoluir sempre. :)

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar O Laço Cor de Rosa. O seu comentário é muito importante para mim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...