sábado, 19 de março de 2011

Milhões de laços pelo ar

Eu quero milhões de laços pelo ar.

E todo o amor que houver nessa vida, como diria o poeta Cazuza e todos que estão ouvindo essa canção de amor doado e sentido.

Sei que as vezes não me faço entender por meias linhas, quem dirá por intensos olhos - e todas as lágrimas que escondo por trás de maquiagem e brilho, mas de algum modo, me sinto bem quando escrevo.

Sentir demais, sentir de menos, querer luz onde só há ilusão. Não consigo fugir dos meus pensamentos – onde há silêncio, há voz adormecida.

Quero contar as estrelas que só existem no teu céu, quero que o brilho dos teus olhos ofusquem os meus... Mas estou cansada demais, sobrecarregada demais pra pensar noutra coisa que não seja o futuro – futuro, futuro, futuro.

Os dias passam e o futuro não chega. Os dias passam e cada vez mais eu fico distante, distante demais para enxergar quem está por perto.

Eu não tenho mais pressa, não tenho mais tempo para deixar passar.

Não tenho mais tempo para ficar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar O Laço Cor de Rosa. O seu comentário é muito importante para mim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...