sexta-feira, 8 de abril de 2011

Automático

O que eu posso dizer sobre isso? Como posso explicar os motivos de tanto silêncio, tantas palavras guardadas? A que valores, pré-entendimentos ou versões, eu poderia me expressar? Porque eu sei que eu não sou a única.
Eu sei como você se sente.
E não é exatamente como se nada fizesse sentido - ao contrário, tudo gira em torno do que você conhece - aquilo que os mais velhos costumam chamar de razão, e que eu insisto por outro nome.
E que eu vejo como o ponteiro de um relógio que não sai do lugar enquanto você o observa...
Não está sendo fácil para mim viver com tantas responsabilidades, não consigo enxergar o que vem depois de tanto esforço para ser alguém.
Talvez eu nunca consiga essa proeza. Quem sabe, o meu destino seja outro? Não sei... Mas posso dizer com certeza nos olhos e intensidade, se um dia eu descobrir o que é ser alguém e as pessoas não me admirarem por isso, eu pegarei a primeira estrada torta que encontrar e a seguirei até me esgotar. Porque assim eu saberei que o meu esforço não foi de todo em vão e que talvez - de alguma forma - a vida possa me recompensar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar O Laço Cor de Rosa. O seu comentário é muito importante para mim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...