quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Fantasia... Que nada.

Nestes últimos dias eu andei pensando muito sobre a minha relação com tudo e com todos. Não vou mentir pra ninguém, não sou a pessoa mais fácil do mundo de lidar, tenho uma porção de características (para não dizer defeitos) que geram um tumulto enorme cada vez que eu os solto. Transborda dentro de mim uma vontade tamanha de fazer diferente cada vez que erro, mas é muito difícil aprender assim.
Então eu sempre peco por excesso.
Tudo é muito e as vezes esse muito é demais até pra mim.
Pedir um segundo a mais de silêncio, um tanto de paciência ou esperar enquanto tudo acontece é demais para seja lá o que for que controla as minhas emoções.
É como exigir de um pássaro que ele não voe alto ou aquietar um escritor no auge de sua inspiração.
Não dá.
E a espontaneidade mantém-me refém de mim mesma.
Eu aprendi um pouquinho mais sobre isso enquanto estive fora.
Isso quer dizer que eu ganhei tempo para corrigir antes que fosse tarde.
Colocar na prática é que vai ser dureza...
Quantas vezes eu posso errar sem deixar um coração partido?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar O Laço Cor de Rosa. O seu comentário é muito importante para mim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...