segunda-feira, 28 de maio de 2012

O Excerto

(...) Se você pudesse ver o que eu vejo... Se você pudesse se enxergar do lado de fora, veria uma pessoa incrivelmente perfeita, mas deixe-me explicar: o que é perfeito para mim não é sinônimo de acertos ou o que a mídia considera externamente bonito. Você é perfeito porque é um ser humano sensível, que ama e que odeia, que sente frio e calor, que tem vontades e personalidade, caráter e espírito de aventura. Faltou eu falar sobre o que você considera os seus defeitos incorrigíveis que para mim, não passam de uma beleza mal estruturada. O que você acredita que sejam defeitos, na verdade é a ação de Deus no seu caminho. Ele sabe que você pode contornar qualquer imperfeição, afinal, Deus não colocaria em nossas vidas uma cruz mais forte do que os nossos ombros.

Tudo isso só passou na minha cabeça depois que o portão foi trancado do lado de dentro. Você já tinha partido, mas eu fiquei e deixei os pensamentos fluírem... Eu penso que você é maravilhoso do jeito que você é. E pode dizer o que quiser, pode se envergonhar, me pedir para parar de falar assim, mas eu vou continuar dizendo até os meus últimos dias, porque eu vejo em você o que falta no mundo.

Carinho,
Ana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar O Laço Cor de Rosa. O seu comentário é muito importante para mim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...