quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Uma história pra chamar de minha


Uma história boa é aquela que não cabe em palavras, fotografias ou poses. É aquela de tirar o fôlego do narrador, que desesperado para contar os fatos, acaba se angustiando junto com o personagem. É uma história assim que eu quero viver, que eu busco viver. Cansei de idealizar dias melhores e tardes mais frescas. Isso não vai acontecer enquanto eu ficar aqui, parada, esperando o vento me direcionar e escolher o que os terceiros dizem que é bom pra mim. Eu quero aprender coisas que eu sempre pensei que não fosse capaz, como pintar um quadro e encenar uma peça. Por que não? Sinto como se nada me impedisse, não há mais desculpas. Minhas mãos não estão presas e posso notar os meus pés descalços no chão. Nada me força a ficar aqui, com migalhas de um sentimento que não é mais o mesmo. Quero mudanças boas e não precisam ser de um dia para o outro, tudo bem se eu tiver que esperar. Quero encontrar na chuva a melodia que os poetas cantam na bossa nova, quero encontrar em mim a aventura de uma viagem sem destino. Uma história para chamar de minha e que eu não precise treinar as falas para vivê-la. Quero entrar no palco livre, como um dia a Fernanda fez e receber os aplausos de um trabalho bem feito. Uma história tríade, em que eu possa ser o narrador, o personagem e o leitor. Acabei descobrindo em mim, nesse texto mal pensado, que eu quero somente viver bem a vida que eu tenho, aproveitando os erros e descobrindo nos acertos os bons motivos para continua - e essa é uma verdade que estará sempre presente em mim, por mais inconstante que os dias possam ser.


4 comentários:

Obrigada por visitar O Laço Cor de Rosa. O seu comentário é muito importante para mim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...