terça-feira, 26 de março de 2013

A poesia de Vinicius que vive em mim


Perdi a conta de quantas vezes, aqui no meu mundinho, eu escrevi sobre o meu poeta favorito. Não o conheci pessoalmente, pois nem tive tempo para isso - ele faleceu numa manhã de julho nos anos oitenta - eu comecei a contar as primaveras numa tarde de abril dos anos noventa. Vinicius de Moraes transmitiu com toda a sua emoção e boemia, o amor que eu considero o mais agradável - tanto para ler, quanto para sentir. 

É difícil explicar o quanto eu gosto dele, mas eu sei que poderia ficar horas aqui, colocando em adjetivos toda a sua importância na minha vida, desde a época em que eu cantava "era uma casa muito engraçada..." até os dias de hoje, quando ainda com dificuldade, busco entender o sentimento escondido em "Ternura". 


As fotografias desse post são lembranças de um dia muito especial para mim: o sarau do Vinicius de Moraes, organizado por mim e pelos meus amigos nas últimas semanas de aula. Eu estava no terceiro ano do ensino médio, bastante empolgada com os projetos, e lembro que nesse dia eu acordei cedo, fui para escola de manhã (o sarau foi a tarde) e cortei corações de papel por horas... nós organizamos tudo, alguns amigos se apresentaram, teve poesia, música e entrega de rosas vermelhas para as garotas. 


Para mim, foi um dia muito especial, pois além de organizar o sarau, eu também participei, recitando "Soneto da Fidelidade", que começa assim:

"De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento."

Enfim, essa poesia é uma das minhas favoritas. Gosto de recitá-la de vez em quando (tenho medo de esquecer a letra) e por alguns instantes eu fico pensando, como seria o Vinicius que escreveu essa poesia? Para quem foi escrita? São perguntas cujo as respostas eu nunca vou saber... Mas posso ficar imaginando, suspirando, encontrando nas suas palavras o conforto que eu preciso, o aconchego das rimas doces e até mesmo, confiar que o Amor existe... ah, sim... existe. 


4 comentários:

  1. Ana , tenho uma foto com Escultura de Vinicius de Moraes em Itapuã na Bahia. Se quiseres compartilho com vc. Posso postar a foto na página " Apaixonados por Livros". Se quiser, é claro.

    Barbara Julia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Barbara, vou adorar!!! Posta lá, minha linda!

      Excluir
  2. Oi,Ana. Amei seu blog. Também adoro Vinícius de Morais, mas eu tive o privilégio de conhece-lo, e desde criança já curtia sua música e principalmente sua arte literária(os poemas e os livros, que meu pai comprava todos e lia pra mim) depois dei sequência ao gosto de meus pais pela leitura e não parei mais.Como você, eu faço poemas desde os sete anos e até hoje componho com muita facilidade. Visite-me no www.recantodasletras.com.br. Nome que está no site; Myramar Rocha. Permita-me, serei sua fã e sempre estarei te visitando, tanto aqui como no Facebook, ok! Parabéns! Ah! também sou formada em Letras(só não ensino, pois trabalho num órgão federal). Tenho muitos discos em "vinil" do Poetinha e CDs também, como alguns livros. Se quiser, mando as fotos pra você emplementar esse lugarzinho "cor de rosa". Bjão, Ceiça R. Marcellino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ceiça!

      É uma alegria pra mim conhecer alguém que fez faculdade de Letras! É tão raro, hehe!

      Uau, não acredito que você conheceu o Vinicius! Isso é extraordinário!!!!

      Enfim, obrigada por ter visitado o meu cantinho, viu? Espero você mais vezes! (obs.: eu já conhecia o recanto das letras, amo!).

      Excluir

Obrigada por visitar O Laço Cor de Rosa. O seu comentário é muito importante para mim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...