sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Livro da Semana: Cidades de Papel, do John Green


Oi leitores! Vocês se lembram do post sobre a minha primeira compra na Submarino? O livro que eu comprei foi Cidades de Papel, do John Green. Eu o li durante essa semana e hoje vou contar um pouquinho da história pra vocês.


Quentin Jacobsen está no último ano do ensino médio e não vê a hora de concluir os estudos. Ele é um garoto muito reservado e que diferente dos outros, gosta de ter uma rotina. Seus pais são psicólogos e seus melhores amigos são o Ben Starling - um pseudo-garanhão que costuma usar expressões como "gatinha" e o Radar - o megaeditor de uma enciclopédia on-line aberta chamada Omnictionary.


A vida de Quentin, ou simplesmente Q, sempre foi muito tranquila, mas existe um fato que a torna especial: ele é vizinho de Margo Roth Spiegelman, a garota mais bonita de toda a Flórida, cujas histórias de aventuras se espalhavam pelos corredores da escola, como aquela em que ela passou três dias viajando com o circo. 


Os dois eram amigos na infância e certa vez, quando foram pedalar de bicicleta no parque, encontraram um homem morto junto ao tronco de um carvalho. Margo, mesmo sendo criança, investigou o que acontecera com o homem enquanto que o Q fazia de tudo para esquecê-lo. 


Muitos anos se passaram desde esse dia no parque. Margo e Q já estão prestes a concluir o ensino médio e praticamente perderam o contato. 

Mas tudo isso muda quando, numa certa noite, Margo entra no quarto do Q, toda vestida de preto (inclusive com o rosto pintado de preto) e o chama para participar de um plano. Os dois passam a madrugada pregando peças em alguns colegas da escola e quando estão voltando para casa, Margo se despede de um modo estranho, como se nunca mais fosse ver o Q. 

Depois desse dia, Margo desaparece, deixando algumas pistas para Q, que às vésperas de concluir o ensino médio, decide fazer de tudo para encontrá-la e para isso, conta com a ajuda de seus amigos Ben, Radar e Lacey.


O último romance escritor por John Green é carregado de mistério e interpretações. O autor conseguiu explorar a complexa mente dos jovens, abordando temas como amor e amizade de um modo inteligente e ao mesmo tempo engraçado. É interessante como conseguimos nos colocar no lugar de Margo e até mesmo entender os seus motivos para ir embora. Uma garota de papel numa cidade de papel. O livro é composto por metáforas que podem ser facilmente compreendidas pelo leitor, além de ter uma linguagem acessível a todos os públicos. Gostei, Green. 

 Informações sobre o livro 

Titulo: Cidades de Papel (tradução de Paper Towns)
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Ficção Americana
ISBN: 978-85-8057-374-9
361 páginas

8 comentários:

  1. EU PRECISO LER ESSE LIVRO! Cara, deve ser muito massa. John Green é um lindo com seus livros cheios de metáforas.
    A história parece muito interessante (esperando uma chance de compra-lo)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe eu não sorteie esse livro aqui no blog? :)

      Excluir
  2. Tinha ouvido falar desse livro, mas pelo nome pensei que a história séria bem diferente do que a sinopse mostrou ser hauahauha Mas enfim, parece ser bom, e é do John Green né?! hehe

    http://cami-lices.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os livros dele são bem legais, Camila! :)

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Eu comprei o e-book de Cidades de Papel, só estou finalizando outras leituras pra poder começar a me aventurar com o Quentin e a Margo :)

    ResponderExcluir
  5. Ana, meu namorado comprou pra mim! Ainda vai chegar no correio, mas aawwwwn... Eu fiquei tão feliz <3

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar O Laço Cor de Rosa. O seu comentário é muito importante para mim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...