sábado, 14 de setembro de 2013

Um breve excerto de bar


Nós estávamos encostados na parede e com os olhos lá fora, observando a rua iluminada e pouco movimentada diante de nós. Nossas mãos estavam entrelaçadas. Não vou me lembrar sobre o que estávamos conversando, você sabe que eu tenho uma péssima memória, mas me lembro de algumas palavras. 

- Nós somos muito diferentes. Mas também temos muitas coisas em comum.

- Ah, é? E o quê, por exemplo?

- Hm... quando estamos tristes, gostamos de ficar sozinhos... e sabemos que um abraço pode resolver tudo.

- É, isso é verdade.

Longe de mim ser um clichê ambulante, mas você tem razão, somos tão diferentes! Um é antítese e o outro é paradoxo. A verdade é que crescemos em ambientes diferentes, adquirimos conhecimentos únicos, conhecemos pessoas e uma delas (ou várias, se você acreditar em destino), entrelaçou as nossas vidas. 

Mas acredito que se fôssemos muito parecidos, uma hora ou outra cairíamos na rotina. Seríamos amigos, pois não haveria discussão de valores, de opiniões - quando na verdade somos  feito das diferenças que nos tornam únicos, dos detalhes que descobrimos um no outro todos os dias - mesmo depois de tanto tempo, nas surpresas que costumam causar boas risadas. É por isso que eu digo: adoro ser diferente de você.

Nós ainda estávamos encostados na parede, mas dessa vez estávamos nos olhando. 

- E o que mais nós temos em comum, ein?

- O que mais? Bom, você me ama e eu te amo - e talvez essa seja a nossa melhor equivalência.

Um comentário:

Obrigada por visitar O Laço Cor de Rosa. O seu comentário é muito importante para mim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...