quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Leitura da semana: O menino que amava Anne Frank, de Ellen Feldman


Na segunda semana de Janeiro, peguei emprestado com uma amiga o livro que me faria suspirar e que me emocionaria durante boas horas de leitura.


O livro em questão é “O menino que amava Anne Frank”, romance da escritora Ellen Feldman, trazido para o Brasil pela editora Record.


Para quem conhece a história da Anne, a menina que escreveu em seu diário os relatos de sua família e de outros refugiados da segunda guerra mundial no anexo secreto, imagino que esse seria um livro importantíssimo para compreender ainda mais o coração de Anne e o que milhares de judeus sofreram por causa do antissemitismo.


Esse livro conta a história de um dos amigos de Anne, o Peter Van Pels, no qual a nossa jovem o chamou de Peter van Daan no diário. Infelizmente, como sabemos, o único sobrevivente do anexo secreto foi Otto Frank, pai de Anne que posteriormente publicou o seu diário para que o mundo inteiro a conhecesse.

No entanto, a autora do livro cria uma nova versão para os fatos: e se o Peter tivesse sobrevivido também? O que ele faria depois da tão sonhada liberdade? Como ele se sentiria quando soubesse que Otto publicara o diário de Anne?

Peter começou uma nova vida mudando-se para os Estados Unidos. Casou-se com uma judia, Madeleine e teve três filhos. Jamais contara para ninguém o que passou na guerra, muito menos que era judeu.

Certo dia, Peter acorda sem voz. Sua mulher pede para que ele vá a uma consulta com o Dr. Garbor, médico psiquiatra. O que será que causou a perda momentânea de sua voz?

A partir das consultas, Peter relembra tudo o que viveu no anexo e a causa de sua voz ter sumido de um dia para o outro: ele vira Madeleine lendo um livro intitulado “O diário de Anne Frank”.

Curioso e ao mesmo tempo relutante, Peter lê o diário de Anne e descobre que o livro se tornou famoso mundialmente, tendo sido adaptado para o teatro e o cinema.

E agora? Será que descobrirão que ele é o Peter que Anne amara no anexo secreto? E o seu segredo (de que ele era judeu) seria por fim, revelado?

A autora fez um trabalho excelente ao reconstruir um novo destino para o nosso protagonista. Eu me encantei pela forma sensível com a qual o personagem fala de Anne, e me surpreendi com os relatos vividos e contados por Peter.


É um livro maravilhoso, necessário. O tipo de livro que eu leria mais uma vez.

 Informações sobre o livro 

Titulo: O menino que amava Anne Frank(tradução de The boy who loved Anne Frank)
Autora: Ellen Feldman
Editora: Record
Ficção
ISBN: 978-85-01-07359-8
284 páginas

4 comentários:

  1. Nossa que renha maravilhosa, deu muita vontade de ler :)

    ResponderExcluir
  2. Sou apaixonada pelo diário da Anne e agora fiquei louca pra ler esse também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sou, aliás, foi o título que me chamou a atenção! É um livro muito bom, você vai gostar, Andressa!

      Excluir

Obrigada por visitar O Laço Cor de Rosa. O seu comentário é muito importante para mim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...