sexta-feira, 21 de março de 2014

Várias coisas


Eu nunca sei quanto tempo a tempestade irá durar. A enxurrada de lágrimas sempre me pega de surpresa, quando já não há mais como evitá-la. Então eu deixo ela cair em mim como se fosse uma garoa bem fininha, dessas que a gente só sente a presença quando o reflexo no espelho entrega um cabelo armado. 

Eu a deixo fluir porque sei que guardá-la não me fará bem... mas a verdade é que eu não quero mais conviver com a tempestade. Se possível, gostaria de ter apenas dias de sol ou no máximo, uma forte ventania. Mas a chuva... essa eu não quero - tenho medo dos raios e do barulho dos trovões que sempre levam o meu sono embora. Sinto a angústia de permanecer escondida cada vez que ela fica mais intensa. 

Então eu fecho os olhos e em oração peço a Deus por mais dias com o céu aberto. Não quero que a escuridão predomine, não. Quero enfrentá-la... quero fazer da tempestade um breve sussurro em meus ouvidos. E não deixá-la interromper meu caminho... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar O Laço Cor de Rosa. O seu comentário é muito importante para mim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...