quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Leitura da semana: O menino da lista de Schindler, de Leon Leyson com Marilyn J. Harran e Elisabeth B. Leyson


Algumas palavras poderiam definir esta história: família, guerra, desespero, trabalho, esperança, superação.

O personagem principal, Leon Leyson, compartilha conosco a sua experiência durante a Segunda Guerra Mundial. No ano de 1939, o exército alemão invadiu a Polônia e então, a família de Leon e tantas outras foram mandadas para o gueto de Cracóvia, onde já havia milhares de judeus.


A vida de todos passou a ser uma questão de sorte, os soldados alemães eram extramamente cruéis e por várias vezes, Leon viu amigos e até mesmo um de seus quatro irmãos serem levados embora. 

Após um tempo, Moshe, o pai de Leon, David, seu irmão e o próprio Leon, foram contratados para trabalhar na fábrica de Oskar Schindler, empreendedor nazista que anos depois ficou conhecido por salvar mais de mil judeus dos campos de concentração.

Os relatos de Leon nos ajudam a compreender como uma boa ação pode fazer toda a diferença na vida de uma pessoa, ou no caso, milhares. Schindler protegeu estes judeus e permitiu que eles pudessem pensar no futuro. A dor que eles viveram durante a guerra não os definiriam. 


Encerrados os conflitos, Leon mudou com a sua família para os Estados Unidos, prestou serviços ao exército e se tornou professor universitário. Anos depois, seus relatos se tornariam conhecidos por todos, através de palestras, entrevistas, documentários e este livro, que terá um lugar especial na minha estante. 

Titulo: O menino da lista de Schindler (The boy on the wooden box)
Autores: Leon Leyson com Marilyn J. Harran e Elisabeth B. Leyson
Editora: Rocco
Biografia
253 páginas

Um comentário:

  1. Que livro legal, Ana! Mas queria mais relatos sobre a universidade. O seu curso tem quantos períodos?

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar O Laço Cor de Rosa. O seu comentário é muito importante para mim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...