sexta-feira, 13 de março de 2015

Leituras e vídeos da semana

Oi, leitores!

A partir de hoje, quero indicar a vocês, semanalmente, livros e vídeos que os professores da faculdade compartilharam com a minha turma. Espero que vocês gostem! É uma maneira de vocês acompanharem a minha rotina e quem sabe, se identificar com os conteúdos que vi durante a semana.

  • Leituras
Marília de Dirceu: pertencente ao gênero pastoril, o romance do árcade Tomaz Antonio Gonzaga retrata o amor  - e suas desventuras entre Dirceu e Marília, pseudônimos do próprio Tomaz e de sua amada, Maria Doroteia. Os dois estavam noivos quando o poeta começou a escrever, contudo, a vida de ambos deu uma reviravolta quando em 1789, Tomaz foi preso, acusado de participar da Inconfidência Mineira. Neste poema, as características do Arcadismo estão em evidência, como o bucolismo e a referência aos clássicos, mas também podemos observar um pré-romantismo na segunda parte do texto, escrito quando o autor já estava preso. Nota-se uma idealização da mulher anada, bem como sentimentos pessimistas, de saudade, de solidão. Estamos estudando para as aulas de Literatura Brasileira (verso). Clique aqui.

Cartas chilenas: Critilo escreve cartas com teor satírico sobre o Fanfarrão do Chile ao seu amigo, Doroteu. Segundo às observações da professora, Critilo não é ninguém mais, ninguém menos que o próprio Tomaz Antonio Gonzaga, o Fanfarrão era o então governador de Minas Gerais, Luís da Cunha Menezes e o destinatário das poesias, o poeta Claudio Manuel da Costa. Eu me diverti muito lendo as cartas de número um e dois. Também fazem parte  do período árcade. Clique aqui.

  • Vídeos
Zygmunt Bauman - Fronteiras do pensamento: este é um dos estudiosos que estamos vendo nas aulas de Análise do Discurso crítica e semiótica. No vídeo, Bauman fala sobre o mundo pós-moderno, as novas relações na sociedade de consumo, conceitos como o de democracia, laços humanos, diferença entre comunidade e rede, liberdade e segurança, entre outros aspectos sociais interessantíssimos para todos nós, inertes neste conceito de pós-modernidade. Gostei muito da parte em que ele fala sobre os amigos do Facebook.


Chimamanda Adichie - o perigo da história única: os sistemas de representação impostos pela mídia, como uma das consequências da globalização, os estereótipos, que são sempre incompletos em seus sentidos, os pontos de vista, ideologias, conscientização... todos esses assuntos estão no vídeo da escritora, passado hoje por uma outra professora de Análise do Discurso (como são quatro aulas, as professoras dividem os conteúdos).


  • No instagram @olacocorderosa

Gravei nesta quinta-feira a segunda parte do vídeo "Por que você escolheu Letras?". Se tudo der certo, irá ao ar neste domingo! 

2 comentários:

  1. Vou ver Chimamanda Adichie - o perigo da história única:, porque alguma coisa me diz que estamos estudando algo a respeito rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Veja sim, Cristiane! É um excelente vídeo.

      Excluir

Obrigada por visitar O Laço Cor de Rosa. O seu comentário é muito importante para mim!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...